Conteúdos

IyINhSSArg5tlHKXlyJXaqVsMX9WwhR3HpIQ9sgqBbKNKjAUI9_shutterstock_468756485.jpg

5 dicas para realizar a Gestão de telecom

Você já se perguntou por qual motivo o valor das faturas de telecom de sua empresa estão altos?

Sabe como os recursos fornecidos junto a seus colaboradores estão sendo consumidos?

No dia a dia de uma empresa, é cada vez mais difícil possuir o controle de cada recurso ligado à telecom pois, além da complexidade e quantidade de recursos disponíveis, as teles, que deveriam facilitar o entendimento e o gerenciamento para as empresas, dificultam cada dia mais tal gerenciamento, além de cobrarem com frequência valores indevidos de seus clientes.

E como compreender tais custos e utilização dos recursos envolvidos em uma efetiva gestão de telecom?

A gestão de telecom envolve o estudo, planejamento e avaliação técnica e financeira de todos os recursos que englobam a telecom de uma empresa. Elas vão desde a gestão da telefonia fixa e móvel à rede de transmissão de dados/internet e equipamentos.

Abaixo, selecionamos 5 dicas para ajudar você na aplicação de gestão de telecom de sua empresa!

1) O inventário de telecom

Mais de 85% das empresas não conhecem os aparelhos que possui. E além disso, não sabem como cada um deles está sendo utilizado e os custos que geram para a corporação. Então, busque saber e manter atualizado quais aparelhos a empresa possui, verifique com qual colaborador está e o consumo individual destes. Assim, você consegue analisar os gastos e realocar recursos necessários.

2) Qual o seu perfil de uso dos recursos?

É de extrema importância identificar quais são os ativos mais e menos usados, disponíveis, consumo, operadoras mais utilizadas, etc.  A partir desta organização você consegue ter uma visão mais precisa do que está sendo gasto, como e onde.

3) Linhas sem consumo

Você sabe quais e quantas linhas estão sendo realmente utilizadas pela sua empresa? É comum as empresas pararem de utilizar uma determinada linha e simplesmente esquecerem de cancelá-la. Isso gera gastos desnecessários, pois, mesmo sem consumo, os pacotes são cobrados mensalmente pelas operadoras.

4) Reveja e entenda os seus contratos

Ao analisar os passos anteriores, você já consegue realizar um comparativo entre o que contratou e o que está sendo utilizado. Mas, antes disso, você sabe o que realmente contratou? O que está sendo cobrado a mais? E o que não está sendo utilizado? Avalie o seu contrato detalhadamente e comece os comparativos.

5) E as contas anteriores?

Você sabia que de acordo com o código de defesa do consumidor, é possível contestar os valores das faturas telefônicas de até 5 anos atrás? Portanto, após realizar os passos anteriores, comece a analisar suas faturas e contestá-las junto as operadoras. Caso tenha interesse, clique aqui e baixe o ebook com dicas de como analisar se a sua fatura de telecom está sendo cobrada corretamente. 

Com essas dicas você é capaz de começar a controlar os seus recursos de telecom e a verificar se os valores cobrados estão de acordo com os pacotes contratados. Por fim, não esqueça que estas dicas deverão ser seguidas todos os meses que receber suas faturas, pois dessa forma você conseguirá embasar a tomada de decisão na redução de custos.

Notícias relacionadas

Como avaliar a Gestão de Telecom da sua empresa
12/09
Como avaliar a Gestão de Telecom da sua empresa

A Gestão de Telecom envolve o estudo, planejamento e avaliação técnica e financeira de todos os recursos que englobam a telecom de uma empresa. É realizada a gestão da telefonia fixa e móvel à rede de transmissão de dados/internet e equipamentos.

Ler mais...
O que é gestão TEM?
26/06
O que é gestão TEM?

A metodologia Telecom Expense Management (TEM) é o gerenciamento dos gastos, processos e recursos de telecomunicações. O principal objetivo é organizar todos os recursos de telecom, bem como identificar falhas e agilizar processos. 

Ler mais...